Photo by Shelby Miller on Unsplash

Escrever é como amar, como respirar:

Imprescindível.

Escrevo pra me soltar, pra me encontrar.

Importantíssimo.

Escrevo sem medo, sem amarras.

Irresponsável?

Sei lá.

Não sei escrever de outra forma.

Não sei escrever sem me soltar,

Sem me jogar,

Sem expectativa

Sobre o que vou encontrar

No final do texto.

Penso em verso, sinto em prosa.

Indiscutível.

Aprendi a ler, ou os livros que me aprenderam?

Intrigadíssima.

Lápis na mão, caderno em frente.

Imprevisível.

Do que vou falar hoje?

Vivo e escrevo.

Sinto e escrevo.

Fico alegre e escrevo.

Me entristeço e escrevo.

Sou e escrevo.

Ou melhor,

Só sei ser

Escrevendo.

--

--